atendimento

Categorias

Lista de cotação

Sem produtos adicionados até o momento

Redes sociais na marcenaria: como usar Facebook, Instagram e WhatsApp

Redes sociais na marcenaria: como usar Facebook, Instagram e WhatsApp

Já não é nenhuma novidade o uso de mídias sociais no marketing das empresas. De acordo com o mais recente levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dos 116 milhões de usuários em 2016 que acessaram a internet no Brasil, 94,2% enviaram ou receberam mensagens de texto, voz ou imagens por aplicativos como Facebook e WhatsApp. As redes sociais na marcenaria, portanto, se constituem como campos promissores para divulgação da marca e fidelização de clientes, uma vez que reúnem muitos compradores em potencial.

Mas o trabalho com redes sociais na marcenaria, muitas vezes, exige estratégias específicas para cada uma das ferramentas de comunicação online, bem como alguns cuidados específicos. Segundo o consultor do Sebrae-PR Julio Cesar dos Santos Rodrigues, as ferramentas online permitem uma aproximação entre marceneiros e seu público, mas é importante que o contato não prejudique a relação com o cliente e, consequentemente, as vendas.

Siga o Facebook (http://www.facebook.com/rudegon) e o Instagram (http://www.instagram.com/rudegon) da Rudegon!

“Temos que tomar cuidado com algumas mídias como WhatsApp, Facebook e e-mail, pois é importante respeitar a privacidade do cliente. Quando vamos enviá-lo alguma informação ou marca-lo em algum post, é primordial pedir a autorização, perguntar se quer receber. Inclui-los em grupos sem autorização significa invadir o espaço deles. Em todo caso, essas mídias são boas para tomar e publicar depoimentos de clientes, veicular vídeos e fotos que demonstrem a qualidade do produto e a satisfação do comprador. Os próprios consumidores gostam de se ver nessas plataformas”, aponta o consultor.

Recentes edições da Revista Móbile Sob Medida apresentaram aplicabilidades e estratégias em redes sociais na marcenaria, com especial atenção ao WhatsApp, Facebook e Instagram. Veja abaixo como o marceneiro pode integrar cada uma destas mídias ao seu negócio.

Como usar redes sociais na marcenaria

Facebook é uma das redes sociais mais apropriadas para apresentar informações básicas sobre sua marcenaria (site, endereço, telefone, por exemplo) e veicular conteúdos relevantes para o seu público alvo. É também uma das mais populares no Brasil no qual aproximadamente 100 milhões de usuários são ativos na plataforma criada por Mark Zuckerberg. Ao manter conteúdo sempre atualizado e interagir regularmente com o cliente, respondendo-lhes e sanando suas dúvidas, a empresa pode se destacar neste ambiente virtual.

A estrutura de publicação do Facebook, em que cada post cabe múltiplas fotos e liberdade no tamanho dos textos, bem como as funcionalidades básicas de curtir, comentar e compartilhar, possibilita liberdade para a criação de conteúdo e grandes chances de interação. Isso pode ser aproveitado para não apenas para fazer publicidade sobre a marcenaria, mas para veicular informações relevantes e demonstrar, na prática, que a marcenaria entende de fabricação de móveis sob medida.

Instagram já concentra mais de 700 milhões de perfis no mundo, sendo que o Brasil ocupa o segundo lugar em número de usuários, com cerca de 45 milhões, perdendo apenas para os Estados Unidos. Em 2017 a rede social ganhou a função “Instagram Business”, o que permitiu às empresas impulsionarem postagens, criarem campanhas de vendas e monitorar dados e métricas relativos aos seus negócios.

Uma das principais funções do Instagram, embora não a única, é a publicação de imagens (fotos e vídeos) e formulação de campanhas com hashtags. Para as marcenarias, isso representa uma boa oportunidade para criar uma “vitrine” para os móveis produzidos, e apresentar boas imagens dos móveis integrados em ambientes decorados.

Há alguns anos o WhatsApp praticamente substituiu o envio de mensagens de texto SMS entre dispositivos móveis e vem sendo cada vez mais usado para realizar ligações telefônicas graças ao seu baixo custo. Entre as redes sociais na marcenaria, é a mais indicada para proceder com o atendimento ao cliente quando este deseja solicitar um orçamento, informações ou um simples meio de contato com a empresa.

Segundo especialistas, os marceneiros que recebem mensagens solicitando orçamento ou demais dados devem ser capazes de responder com agilidade o interessado, pois as pessoas que mandam mensagens por meio desse canal tendem a ser mais “impacientes” e a demora pode ser vista como um entrave para a contratação.

Fonte: http://www.emobile.com.br/site/marcenaria/redes-sociais-na-marcenaria-como-usar/